11
1
1 1   1   1   1   1  
 

A importância de uma presença local em tempos de mudança
Nota María José Gonzalez, Marketing em Smart Office Reps.
A Argentina é uma mudança de paradigma econômico: de uma economia Multicurrency mover-se para o "peso". Este fato afeta significativamente o mercado turístico argentino e determina que as empresas estrangeiras que anteriormente tinham excelente acessibilidade na gestão operativa com o nosso país hoje se tornou complicado-los desde a entrada e repatriamento de fundos no exterior está sob o controle estrito do estado. A presença de uma empresa local que facilita esses processos, agora é um elemento indispensável para ser capaz de ter uma presença no nosso país.

1
1
1 1 1

Se o ajuste como uma fonte de contatos e negócios:
Nota por Andrea Romero, publicidade e imprensa em Smart Office Reps.
1
FIT é uma feira de história, a Argentina é um mercado com uma elevada percentagem de passageiros a viajar para o exterior em comparação com o resto da América Latina, por ajuste é uma excelente vitrine onde convergem o público e os profissionais do setor de todo o país para interagir com os expositores de todo o mundo. Smart Office pode ajudá-lo gerar contatos, organizar a agenda, fazer reservas, imprimir seus materiais para o evento, etc, para que sua estadia e seu tempo em Buenos Aires é explorada ao máximo.

1
1

Turismo emissive na Argentina Julio2012 fornecida pelo Instituto Nacional de estatística e Censos (INDEC) e o Ministério do turismo da pesquisa nação relata que "as saídas de turistas argentinos em julho de 2012 para ambos os aeroportos mostraram um crescimento de 20,2 em relação ao mesmo mês do ano anterior, enquanto que a despesa foi da 25,9 superior ao registrado em julho de 2011." A estada média dos turistas argentinos no exterior, em julho de 2012 foi 24,6

 
mk

Apesar das dificuldades da economia mundial, o turismo internacional tem mantido sua resiliência e capacidade de recuperação. De acordo com a fonte OMT, entre Janeiro e junho de 2012 as figuras para as Américas (5) aumentadas em consonância com a média mundial, registrando os melhores resultados (7) da América Central e América do Sul (6). Na verdade, o crescimento na América do Sul tem sido um dos mais rápidos nos últimos anos. Os destinos na América do Norte registou um aumento de 4, enquanto o crescimento do Caribe (5) manteve a sua dinâmica, consolidando assim os resultados de 2011.



-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A Comissão Europeia, em colaboração com os governos europeus (Espanha, França, Grécia, Itália, Lituânia, Polónia, Roménia, Eslováquia), a indústria de turismo e companhias aéreas (Air France, Alitalia, British Airways, Iberia, Lufthansa e TAP Air Portugal Grupo), trabalha para desenvolver fluxos turísticos entre a UE e a América do Sul (Argentina, Brasil e Chile) fazendo uso dos espaços livre em companhias aéreas e a capacidade de alojamento disponível em época baixa. Dos turistas de iniciativa-piloto 50.000 incentivará 25.000 sul americano viajar para a Europa a partir de outubro de 2012 para março de 2013, enquanto Europeia 25.000 mover-se à América do Sul, de maio a outubro de 2013. (Fonte página oficial da Comissão Europeia)